5 mitos que você já ouviu sobre um ambiente de trabalho seguro

ambiente de trabalho
Não são raros, nos mais diversos tipos de ambientes de trabalho, ouvirmos determinadas “verdades”. Mitos que são passados entre os trabalhadores, a respeito do ambiente de trabalho seguro. Tais “verdades”, no entanto, não costumam ser totalmente verídicas. Sendo mais manias e conceitos que são repassados. Muitas vezes, sem a devida preocupação se estas informações, de fato, contribuem para o trabalho seguro. Sejam informações que derivam de visões mais antigas e ultrapassadas de segurança. E que, por alguma razão, são transmitidas entre os trabalhadores. Ou mesmo más práticas que vigoram, por conta da teimosia de alguns trabalhadores. O fato é que quando se tratam de práticas e informações sobre o ambiente de trabalho de seguro, diversos mitos e informações imprecisas circulam. Isto entre as diversas empresas e profissionais, em todo o Brasil. Certamente, você já ouviu, se não todos, muitos destes mitos que listamos neste artigo. O objetivo deste conteúdo, é orientar. Seja você profissional envolvido na operação, supervisor de segurança ou mesmo superior de trabalhadores expostos à fatores de risco de trabalho. Saiba como contrapor determinados mitos e frases feitas. E que, por de trás, podem estar escondendo práticas perigosas no ambiente de trabalho. Se você tolerar quaisquer um desses mitos em seu ambiente de trabalho, saiba que poderá estar colocando sua empresa e seus funcionários em risco. Por isso, não deixe de conferir e repassar este material entre os seus colegas de profissão e de trabalho. Afinal, a segurança e um ambiente de trabalho é obrigação de todos.

Mito 1: “Cumprir as normas de segurança no ambiente de trabalho custa muito dinheiro”

Esta é uma frase que surge a partir da percepção do custo dos equipamentos de segurança do trabalho e dos treinamentos de segurança que devem ser oferecidos aos trabalhadores. Porém, a mais pura verdade é que tomar medidas de segurança, seja através de treinamentos de segurança ou na aquisição de bons EPIs e EPCs, pode até ter um custo de investimento imediato alto. No entanto, este custo não deve ser visto como simples gastos da empresa. Mas sim como investimentos, na preservação da saúde e segurança dos trabalhadores. Os custos associados a lesões e doenças relacionadas a acidentes de trabalho, como pensões por afastamentos, eventuais multas para a empresa, além da ausência de um profissional, podem ser muito elevados. Um custo que pode ser muito maior do que o investimento em segurança inicial. ambiente de trabalho seguro

Mito 2: “Saúde e segurança são coisas do senso comum”

Em muitas empresas, não são raras a vezes nas quais os treinamentos de segurança são negligenciados. Muitas vezes por conta da crença de que todos os trabalhadores já possuem os conceitos de saúde e segurança no ambiente de trabalho “no sangue”. Certamente, o bom senso pode ajudar muito na manutenção do ambiente de trabalho seguro. Isto no decorrer das atividades do dia a dia. Porém, é fundamental sempre manter o pensamento crítico sobre os riscos do ambiente de trabalho. É importante levar em consideração que os riscos à saúde do trabalhador, no ambiente de trabalhado, são mais complicados do que o senso comum às vezes pode imaginar. Eles são dinâmicos e, em determinadas ocasiões, é preciso atualizar os profissionais sobre estas mudanças. A realização de avaliações de risco do seu ambiente de trabalho, em conjunto a um treinamento de segurança adequado, são fatores essências, para a manutenção da segurança e prevenção de acidentes.

Mito 3: “Devo fornecer os equipamentos de proteção individual (EPI), porém, meus funcionários podem optar ou não por utilizá-los”

A legislação brasileira é muito clara e específica. O empregador é o responsável por fornecer os EPIs e EPCs necessários aos trabalhadores. O resultado final é que os empregadores são os principais responsáveis, também, pela segurança de seus funcionários. O Ministério do Trabalho (MTE), através de suas normas de segurança, exige o uso de equipamentos de proteção, com o objetivo de reduzir a exposição dos trabalhadores aos riscos do ambiente de trabalho. Porém, a responsabilidade por garantir o uso do equipamento de segurança é solidária, entre trabalhadores e empregadores. Os funcionários NÃO podem ter opção sobre utilizar ou não os equipamentos de segurança do trabalhador. Seja por acharem desconfortáveis, feios, ou prejudiciais à execução do trabalho. Não importa a razão, a obrigatoriedade do uso deve ser respeitada. Aos empregadores, é sempre bom ter em mente que estes são os responsáveis, caso ocorram lesões por falha do cumprimento do uso de EPIs pelos trabalhadores. Mesmo que o equipamento tenha sido fornecido. ambiente de trabalho seguro

Mito 4: “Meus funcionários é que são descuidados”

Muitos empregadores, de forma absolutamente errônea, atribuem a culpa dos acidentes de trabalho ao descuido ou despreparo dos próprios trabalhadores. No entanto, a causa de quase todos os acidentes no ambiente de trabalho são as práticas inseguras. E a única maneira de evitá-los é por meio de treinamentos de segurança, supervisão do respeito às normas de segurança e uso correto dos equipamentos de segurança. Se os funcionários fazem coisas inseguras, o fazem porque não sabem que o comportamento é inseguro ou tem algum ganho temporário, pelo comportamento inseguro. Tal como agilidade na execução do trabalho, por exemplo. Ao empregador ou responsável pela segurança dos trabalhadores, cabe abordar a segurança de modo regular e consistente. A segurança no ambiente de trabalho não é uma tarefa única, mas sim, um esforço diário contínuo.

Mito 5: “Acidentes simplesmente acontecem e é impossível criar um ambiente de trabalho sem riscos”

Um número importante: Pesquisas feitas pela OMS (Organização Mundial de Saúde) apontam que cerca de 96% de todos os acidentes de trabalho poderiam ter sido evitados. Para a segurança no ambiente de trabalho, é fundamental ter um plano de ação, com medidas efetivas. Que devem ir muito além de apenas palavras, advertências ou broncas nos trabalhadores. Toda a empresa deve ter o objetivo de um ambiente de trabalho sem acidentes. Embora as condições do ambiente mudam com o tempo, o que acaba dificultando a identificação e o controle dos riscos, o fato é que os esforços para a manutenção do local de trabalho seguro devem ser contínuos e rigorosos. Não deixe que estes mitos e meia verdades coloquem em risco as boas práticas de segurança do ambiente de trabalho. Sempre construa as suas práticas de segurança nos fatos. Pois assim, você estará garantindo a vida das pessoas. ambiente de trabalho seguro

O melhor em Equipamentos de Proteção Individual

Agora que você não será mais enganado pelos mitos acerca do ambiente de trabalho seguro, saiba também que poderá sempre contar com a SafetyTrab. Nossa equipe está preparada para esclarecer todas as dúvidas e garantir que o EPI adquirido contribua, de fato, para a segurança do trabalhador. E seja perfeito, na relação de custo e benefício.
Confira nossa linha completa de equipamentos de proteção individual em promoção. Oferecemos diversos tipos e modelos de EPIs, para garantir o trabalho seguro, nas diferentes situações de trabalho.
Estamos em Sorocaba (SP), porém, atendemos a todo o Brasil. Garantindo o fornecimento de equipamentos de qualidade e que estejam em total conformidade às normas e regras de segurança vigentes. Dúvidas ou comentários? Deixe-as registradas nos comentários, teremos o maior prazer em responde-las. Continue ligado no nosso blog, pois sempre teremos novidades e muita informação por aqui. Até a próxima!

Confira outras postagens do Blog SafetyTrab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois + dezesseis =

WhatsApp chat