Cuidados com o EPI: Quando é possível reutilizar ou comprar equipamentos usados?

Cuidados com o EPI

A legislação trabalhista brasileira é bem clara quanto a um ponto. O empregador é o principal responsável pela segurança de seus empregados e pelos cuidados com o EPI que são disponibilizados a eles.

Desta forma, se o espaço de trabalho cria riscos potenciais para as pessoas que trabalham lá, o empregador é legalmente obrigado a garantir que os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) sejam fornecidos a todos os funcionários.

Além de garantir que estes EPIs estejam em condições adequadas e em conformidade com a necessidade de cada tipo de trabalho.

Outra informação fundamental, para quem coordena o uso ou mesmo utiliza regularmente um EPI, é saber quando é apropriado reutilizá-lo ou substituí-lo. Esta é uma dúvida frequente para muitos profissionais. Por isso, a equipe da SafetyTrab criou esta matéria para os cuidados com os EPIs.

Aqui, você encontrará informações que reunimos, a partir da Norma Regulamentadora 6 (NR 6) e de dados repassados por alguns de nossos fornecedores, para ter boas práticas durante os cuidados com o EPI.

O objetivo é aconselhar você sobre as melhores práticas, quando se trata de reutilizar, substituir ou os cuidados com o EPI que são necessários serem tomados. Além disso, oferecemos algumas dicas úteis sobre como prolongar a vida útil do seu equipamento. Continue a ler para saber mais.

Cuidados com o EPI

O que é um EPI (Equipamento de Proteção Individual)

Antes de tudo, vamos começar pelo básico. Com a definição que as NR 6 nos dá, sobre Equipamentos de Proteção Individual.

Citando a Norma, um Equipamento de Proteção Individual (EPI), é “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”. Porém cabe ao usuário fazer o armazenamento e tomar os devidos cuidados com o EPI que forem necessários.

Os empregadores são legalmente obrigados a fornecerem os EPIs, a cada membro de sua equipe. Isto caso estejam trabalhando em um ambiente potencialmente perigoso.

Estes equipamentos podem variar de objetivo, desde a proteção auditiva, proteção da visão, capacetes, calçados ou luvas de proteção.

De acordo com os Norma Regulamentadora 6, criada pelo Ministério do Trabalho (MTE), antes de escolher qualquer EPI, um empregador deve realizar uma avaliação completa. O objetivo é determinar quais equipamentos são adequados, conforme o trabalho a ser realizado.

Esta avaliação deve envolver:

  • Realização de uma avaliação de risco, para destacar todos os perigos do espaço de trabalho;
  • Identificar os recursos que o EPI deve ter, para proteger contra esses riscos;
  • Avaliar se o EPI a ser utilizado é compatível com qualquer outro equipamento que o trabalhador for utilizar, ao mesmo tempo.

Além do empregador estar totalmente informado sobre os materiais necessários para manter sua equipe segura, também é importante estar completamente ciente sobre quando é possível reutilizá-lo ou necessário substituí-lo.

Cuidados com o EPI

Cuidados com o EPI: Quando NÃO é possível reutilizar um EPI

Ao comprar um equipamento, há um cuidado com o EPI que é fundamental e primordial. É importante saber se o equipamento é de uso único ou não.

Os equipamentos de uso único não garantem a segurança do trabalhador, se ele for compartilhado ou reutilizado. E, na verdade, a reutilização pode até colocar o funcionário em um risco ainda maior.

Isso porque, se exposto a um EPI já utilizado posteriormente, o trabalhador pode entrar em contato com materiais infecciosos, provenientes do uso anterior. Por isso, o empregador e seus funcionários não devem reutilizar EPIs descartáveis.

Alguns exemplos de EPIs descartáveis são:

  • Protetor Auricular Tipo Plug 1100 3M

Cuidados com o EPI

  • Máscara Proteção Respiratória 3M PFF1

Cuidados com o EPI

  • Luvas Descartável Powder Free

Cuidados com o EPI

É importante notar que, mesmo que você lave um EPI descartável, isso não garante a segurança do trabalhador que por ventura venha a reutilizar o equipamento.

Isto porque, a partir da lavagem do equipamento, as capacidades da proteção podem ser alteradas, tornando-o ineficaz e, portanto, perigoso.

Cuidados com o EPI: Quando é possível reutilizar um EPI

Existem ocasiões nas quais o EPI pode ser reutilizado. No entanto, este é um tema um tanto quanto controverso. Afinal, as Normas Brasileiras não tratam do tema de reutilização de EPIs, em específico.

Nós, da SafetyTrab, não recomendamos que EPIs sejam compartilhados e reutilizados. Porém, não é incomum, principalmente em empresa menores, que EPIs sejam de uso comum.

Em alguns casos, equipamentos como botas de segurança, jaquetas, respiradores, capacetes de segurança, ou mesmo protetores auriculares do tipo concha, por exemplo, chegam a ser utilizados por mais de um profissional.

Nesse caso, é aconselhável que o empregador, em colaboração aos seus empregados, implemente um processo de manutenção eficaz, que inclua os seguintes passos:

  • Verificação: Aqui, verifica-se se existem falhas, danos, desgaste, sujeira, entre outros, no EPI;
  • Teste: Assegura-se de que o EPI esteja operando como deveria;
  • Pronto para uso: Verifica-se se o equipamento está totalmente preparado para uso. Por exemplo, avalia-se se ele está seco, após a limpeza. Avalia-se também se o EPI é compatível com qualquer outro equipamento, que o trabalhador poderá utilizar ao mesmo tempo;
  • Limpar: Ainda, procura-se garantir que o equipamento seja limpo e desinfetado, caso seja apropriado e possível;
  • Reparo: Se algum dano tiver ocorrido ao EPI, verifica-se se o equipamento pode ser consertado e promovem-se os reparos necessários.

Esse processo deve ser sempre realizado por um membro treinado da equipe, que tenha o conhecimento e a experiência necessários, para identificar os possíveis riscos.

Por fim, para um processo de manutenção completamente eficaz, é preciso considerar a substituição dos equipamentos avariados, quando for necessário.

Cuidados com o EPI

Os EPIs podem ser compartilhados?

Enquanto a maioria dos equipamentos é designada para uso apenas individual, em alguns casos é possível ter mais de um usuário. Quando isso acontecer, devem ser tomadas providências para a limpeza e desinfecção completas, para gerenciar os riscos à saúde do próximo trabalhador que irá o utilizar.

No entanto, isso só se aplica, quando o equipamento seja explicitamente rotulado como um produto reutilizável.

É possível recomprar um EPI?

Todo o EPI tem uma vida útil. Uma vez que o equipamento tenha sido usado por um longo período de tempo, ou tenha sido danificado, para um dano que esteja além do reparo, ele deve ser substituído imediatamente por um novo EPI. Conforme determinam as legislações brasileiras.

Para prolongar a vida útil do seu equipamento, lembre-se de armazená-lo com responsabilidade. Por exemplo, armazene o equipamento em um local fresco e seco, higiênico e monitorado regularmente.

Não aceite, utilize e não compre EPIs reutilizados. Eles podem ter sido danificados, mal armazenados ou terem sido expostos à fatores químicos e/ou biológicos que comprometerão seu uso futuro.

Sempre opte por equipamentos originais e que tenham sido testados e aprovados pelos órgãos reguladores brasileiros. Preocupação da qual, nós, da SafetyTrab, sempre levamos em consideração na hora de disponibilizar produtos aos nossos clientes.

Cuidados com o EPI Mascara-Respirador-PFF1-com-Válvula-8013-3M-1

Conte com a SafetyTrab

Esperamos que você tenha achado este artigo útil. E que, a partir dele, tenha adquirido um pouco mais de conhecimento necessário, para garantir o trabalho seguro.

Se você tem equipamentos que precisam ser substituídos, conte conosco. Nossa equipe está preparada para esclarecer todas as dúvidas e garantir que o EPI adquirido contribua, de fato, para a segurança do trabalhador. E seja perfeito, na relação de custo e benefício.

Confira a linha completa de equipamentos de proteção individual em promoção. São diversos EPIs que podem garantir sua segurança nas mais diversas situações, compre online agora e receba onde estiver.

Estamos em Sorocaba (SP), porém, atendemos a todo o Brasil. Garantindo o fornecimento de equipamentos de qualidade e que estejam em total conformidade às normas e regras de segurança vigentes.

Dúvidas ou comentários? Deixe-as registradas nos comentários, teremos o maior prazer em responde-las.

Continue ligado no nosso blog, pois sempre teremos novidades e muita informação por aqui. Até a próxima!

Confira outras postagens do Blog SafetyTrab

One thought on “Cuidados com o EPI: Quando é possível reutilizar ou comprar equipamentos usados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze − 6 =

WhatsApp chat