Quais são os tipos de máscara de proteção?

Tipos de máscara de proteção

Com a pandemia do novo coronavírus, a preocupação com o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) deixou de ser um assunto exclusivo da Segurança do Trabalho e passou a fazer parte do cotidiano de toda a população. Os diferentes tipos de máscara de proteção se tornaram um item indispensável para ajudar a evitar a propagação da doença, e muitas cidades ao redor do mundo declararam o dispositivo obrigatório para todos que precisam sair na rua.

Existem diferentes tipos de máscara de proteção respiratória, sendo que cada uma delas tem uma indicação específica e oferece uma forma diferenciada de preservação ao usuário. Para garantir que este importante EPI não fique escasso, sobretudo nas áreas em que seu uso é essencial para a saúde pública como um todo, é fundamental que as pessoas entendam para que serve cada um dos modelos existentes e saibam como escolher o mais adequado.

Tipos de máscara de proteção: quais são?

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os tipos de máscara de proteção podem ser divididos em três grupos. São eles: máscaras de proteção de uso não profissional, máscaras cirúrgicas e equipamentos de proteção respiratória — sendo que este último grupo também é chamado de respiradores. Dentro de cada uma dessas categorias estão diferentes modelos de máscara, tais como:

N95

Indicada especialmente para os profissionais da saúde, a máscara N95 é muito eficiente — seu nome faz alusão à capacidade de filtrar até 95% das partículas presentes no ar. Em geral, esse tipo de máscara de proteção é feita com poliéster e outras fibras sintéticas, e possui camadas de fibras emaranhadas que atuam como filtro para dificultar a passagem de partículas. Alguns modelos são equipados por válvulas de expiração para facilitar a respiração do usuário.

Máscara cirúrgica

Capaz de filtrar entre 60% a 80% das pequenas partículas presentes no ar, a máscara cirúrgica é eficaz para impedir a propagação de gotículas. Assim, é possível minimizar a disseminação de doenças como a Covid-19. Trata-se de um tipo de máscara de proteção totalmente descartável, ou seja: que foi projetada para apenas um uso.

Máscara de pano

Utilizadas pela população em geral para contornar a possível escassez de EPIs respiratórios causada à pandemia do novo coronavírus, as máscaras de pano são confeccionadas artesanalmente como alternativa aos dispositivos de proteção. O uso deste tipo de máscara não é recomendado para profissionais de saúde e demais pessoas que têm contato direto com pessoas infectadas. Para o restante da população, entretanto, seu uso tem sido considerado eficiente.

Vale lembrar, entretanto, que as máscaras de pano devem preferencialmente ser confeccionadas em material denso. O item deve ser capaz de bloquear as partículas presentes no ar, sem impossibilitar a respiração do usuário. Este modelo é reutilizável, bastando lavar cuidadosamente entre um uso e outro.

Peça semifacial filtrante

Em ambientes hospitalares, a Anvisa sugere o uso de respiradores com capacidade filtrante de reduzir a exposição respiratória a contaminantes químicos e biológicos. Esses dispositivos geralmente são descartáveis, sendo identificados pela sigla PFF — que significa peça semifacial filtrante. As máscaras da classe PFF podem ser divididas entre:

  • PFF1: filtra até 80% de todos os aerossóis;
  • PFF2: filtra no mínimo 94% das partículas presentes no ar. Este é o modelo mais indicado em ambientes hospitalares para impedir que os profissionais de saúde sejam infectados por Covid-19, SARS, tuberculose e outras doenças respiratórias;
  • PFF3: filtra 99% de todas as partículas, destacando-se como o tipo de máscara de proteção mais potente.

Máscara de proteção: quando usar e cuidados

Atualmente, o governo brasileiro recomenda o uso da máscara de proteção respiratória para todas as pessoas que, por algum motivo, precisam sair de casa. Por conta do avanço da doença no País e de sua elevada taxa de transmissão, muitas cidades inclusive decretaram que o uso da máscara é agora obrigatório em locais específicos ou espaços públicos de modo geral.

Quem lida diretamente com pessoas infectadas deve ter ainda mais cuidados, que incluem utilizar EPIs como luvas descartáveis, aventais e até mesmo óculos de proteção. Vale lembrar que o novo coronavírus é transmitido principalmente pelo ar ou pelo contato direto com secreções contaminadas. Assim, é necessário cuidado também com superfícies e objetos que podem conter gotículas de saliva, de espirro ou tosse de indivíduos contaminados.

Levando em consideração as formas de transmissão, portanto, o ideal é que todas as pessoas utilizem máscara de proteção sempre que saírem de casa e estejam especialmente atentas à higiene das mãos. Todos os tipos de máscara de proteção funcionam como uma barreira física que impede a entrada de gotículas contaminantes. Assim, impede-se também que elas se espalhem caso o usuário esteja carregando o vírus sem saber.

Cuidados no uso

Para que a máscara de proteção realmente seja eficaz, entretanto, é fundamental que o dispositivo seja utilizado de maneira correta. Isso inclui não apenas o posicionamento correto do item, mas cuidados específicos na hora de vestir e trocar a máscara. Nesse sentido, as principais recomendações incluem:

  • Sempre lavar as mãos com água e sabão antes de colocar a máscara no rosto;
  • Não tocar na região da máscara que ficará em contato direto com a face;
  • Sempre respeitar o tempo de uso recomendado da máscara — que, no caso dos modelos descartáveis, é de no máximo 2 horas;
  • Jamais reutilizar máscaras do tipo descartável e, no caso dos modelos reutilizáveis, sempre higienizar cuidadosamente o EPI entre um uso e outro;
  • Sempre posicionar a máscara adequadamente, cobrindo o nariz e a boca completamente;
  • Após vestir a máscara, evitar tocar o rosto a todo momento para ajeitar o dispositivo ou coçar os olhos.

Saiba mais

Infelizmente, a Covid-19 ainda é uma doença que não possui cura conhecida. Enquanto uma vacina não é desenvolvida e a pandemia se espalha pelo mundo, o isolamento social, o uso de máscaras de proteção e o acesso a informações são as melhores armas para se proteger da doença.

Nesse sentido, vale a pena acompanhar todas as atualizações a respeito da prevenção contra a Covid-19 e entender como os dispositivos de proteção individual podem ajudar neste momento. Preencha o formulário abaixo com seu e-mail e passe a receber todo o material informativo produzido regularmente pela SafetyTrab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × cinco =

WhatsApp chat