Saiba quais EPIs usar para proteção do trabalhador contra dengue, zika e chikungunya

Saiba quais EPIs usar para proteção do trabalhador contra dengue, zika e chikungunya

Conforme é de ampla divulgação pelo Ministério da Saúde e imprensa, a epidemia de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypt, acomete o país todos os anos. Em 2016, a enfermidade segue avançando entre a população. Desde o ano passado, outra enfermidade causada pelo mosquito passou a ser mais um motivo de preocupação: trata-se do zika virus.

Além de sintomas semelhantes aos da dengue, o zika pode levar a casos de microcefalia em bebês infectados durante a gestação. Não podemos esquecer ainda da chikungunya, doença que, segundo especialistas, provoca os mesmos sintomas da dengue, mas de forma ainda mais intensa.

Diante da epidemia, faz-se necessário pensar em estratégias de proteção contra o Aedes. No ambiente de trabalho, o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como luvas, roupas e calçados de segurança, podem reduzir as possibilidades que o mosquitos entre em contato com a pele.

Outro item de proteção neste sentido deve ser o repelente de insetos. Além de atuar em defesa contra a picada de pernilongos, o produto ganha, cada vez mais, uma função ainda mais importante: a de proteção contra o mosquito Aedes Aegypt.

 

Outros usos

Com a intensificação do combate ao mosquito, mais trabalhadores ocupam postos como agentes de combate ao Aedes Aegypt e estão ainda mais expostos aos riscos das doenças citadas acima. Por isso, vale ressaltar a importância de que pessoas que ocupam esse postos estejam cientes de seus direitos e deveres no uso do EPI adequado.

Porém, o uso do repelente, por exemplo, não é recomendado apenas para os agentes de combate ao mosquito. Especialmente quando aliado aos protetores solares, os repelentes são importantes para todo trabalhador que execute funções ao ar livre.

Também é importante dizer que o produto deve ser utilizado sempre, e não apenas em épocas de epidemias. Um exemplo dos que devem usar o repelente constantemente são aqueles trabalhadores que atuam na agricultura e estão sempre sujeitos a infestações de insetos que podem provocar outras doença.

Como funciona o repelente

Os repelentes usam substâncias que têm como função entupir os poros das antenas dos insetos para que eles não sejam capazes de utilizar as antenas para rastrear o alvo. Mesmo com as centenas de substâncias químicas que nossos corpos emitem e atraem os mosquitos, ao se aproximarem de uma pessoa com repelente, eles não serão capazes de localizar o indivíduo.

__

Clique aqui para conhecer os protetores solares com repelente da SafetyTrab!
__

Leia também:

O que é EPI e qual a sua importância

O que observar ao comprar EPI

 

Receba Novidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.